IV Edição

 
Tema - "A história do Brasil em perspectiva: da Colônia à República"
 
 
Apresentação
 
A historiografia brasileira passa por um bom momento. A ampliação dos cursos de pós-graduação e a inserção de novos enfoques e novas abordagens, influência, sobretudo, da historiografia social britânica e francesa, tem alargado os horizontes da pesquisa histórica no Brasil. Estudos no campo do cotidiano e das mentalidades no período colonial, do movimento operário e da “nova história política” são alguns exemplos dessa fase vigorosa e fértil da historiografia. Com Brasil em perspectiva: da Colônia à República, temática geral do evento, elegemos três temas para discutir nessa quarta edição, objetos de destaques nos simpósios temáticos em eventos de História: a história indígena, a inquisição no Brasil Colônia e o movimento operário. Pretendemos, assim, a partir das discussões dos filmes e das palestras, contribuir para a ampliação do debate em torno dos temas apresentados.
 
 
Objetivos específicos
 
 
a) Estudar alguns temas importantes da atual historiografia brasileira: a história indígena, a inquisição no Brasil colonial e o movimento operário; 
 
b) Divulgar e valorizar a produção cinematográfica brasileira; 
 
c) Contribuir para a ampliação dos programas de extensão no Departamento de Ciências Humanas da UNEB, Campus VI;
 
d) Contribuir para o desenvolvimento e a ampliação das atividades culturais da UNEB e da Casa Anísio Teixeira.
 
 
Metodologia - A dinâmica das sessões seguirá a mesma organização da terceira edição: 

 

1- Apresentação da sinopse do filme;

2- Projeção;

3- Leitura crítica do filme e exposição do tema gerador: palestra; 

4- Debate.

 
 
Local: Casa Anísio Teixeira        Horário: 19:00 às 23:00
 
 
Programação
 
 
Sessões de cinema e palestras
 
 
a) 29 de outubro de 2007 (segunda-feira)
 
Filme: Hans Staden
Direção: Luiz Aberto Pereira          Gênero: Drama histórico 
País: Brasil          Ano: 2000            Duração: 95 min.
 
 

 

Sinopse – Narra à história de um viajante alemão, Hans Staden, que naufragou no litoral de Santa Catarina, por volta de 1550. Viveu entre os tupiniquins, foi aprisionado pelos tupinambás, que o pretendiam devorá-lo num ritual antropofágico. Mostrando a pré-colonização portuguesa e o choque de culturas, é um bom filme histórico, lançado no contexto das comemorações dos 500 anos de descobrimento do Brasil.

 

Palestra - "História indígena: conflitos e alteridades"
 
Palestrante: Profa. Me. Teresinha Marcis (UESC)
 
 
 
b) 01 de novembro de 2007 (quinta-feira)
 
 
Filme: O judeu
Direção: Jom Tob Azulay           Gênero: Drama
País: Brasil          Ano: 1995       Duração: 90 min. 

 

 

Sinopse – Conta a história do poeta brasileiro Antônio José da Silva, perseguido pelo Tribunal do Santo Ofício: acusado de heresia é processado, preso e torturado pelo Santo Ofício de Portugal.

 

 
Palestra - "Inquisição: pecados, crimes e heresias no Brasil Colônia"
 
Palestrante: Profa. Dra. Janete Ruiz de Macedo (UESC)
 
 
 
c) 30 de novembro de 2007 (sexta-feira)
 
 
Filme: Eles não usam black-tie
Direção: Leon Hirszman             Gênero: Drama
País: Brasil            Ano: 1981      Duração: 130 min.

 

 

Sinopse – Um dos filmes mais importantes do cinema nacional, com atuações impecáveis de  Gianfrancesco Guarnieri e Fernanda Montenegro, Eles não usam black-tie aborda o movimento operário em São Paulo durante os anos finais do regime militar. Um filme atual, que instiga a discussão acerca do papel do sindicalismo e do movimento operário no contexto neoliberal.

 

 
Palestra - "O movimento operário no cinema"
 
Palestrante: Prof. Dr. Muniz Gonçalves Ferreira

 

 

NOTA - Aniversário do CINEdebate: 1 ano

 

O CINEdebate completou um ano de atividades. A primeira sessão aconteceu no dia 28 de julho de 2006, com o filme O assalto ao trem pagador. Realizamos, até aqui, três edições: exibimos nove filmes, associados a nove palestras. Os debates promovidos nas palestras contribuíram para o desenvolvimento e a ampliação da formação educacional e cultural dos ouvintes, de estudantes, professores e demais participantes. O CINEdebate consolida-se,  também, no campo do compromisso social, a partir de suas ações. O que o projeto coleta, com as inscrições dos ouvintes, repassa para a comunidade: na I Edição, arrecadou 129 kg de alimentos, que foram doados para a Casa de Caridade de Caetité; com a renda da II e III Edições, além de pagar despesas com pró-labore dos professores e correios, conseguiu comprar 25 filmes originais, além de dezenas de Box para DVD (capas para os filmes) para a Biblioteca do Campus VI. Conseguimos a Série Panorama Histórico Brasileiro, uma produção do Itaú Cultural, com 14 fitas VHS, gratuitamente, para a videoteca da biblioteca local. Com isso, reiteramos o nosso compromisso com a discussão da história via cinema e com a ampliação do acervo da Biblioteca do Campus VI. E o trabalho continua...  

 

Agradecimentos – Ao Departamento de Ciências Humanas da UNEB (Campus VI), a Casa Anísio Teixeira, ao Colegiado de História, a Rádio AM Educadora, a Gráfica Caetité, a LDM Livraria, ao Sebo, O Livreiro, a INB, aos professores do curso de História da UNEB/Campus VI e aos monitores do projeto: meus sinceros agradecimentos, porque sem essa colaboração o CINEdebate seria apenas uma idéia, e não uma realidade. 

 

Filmes comprados na Terceira Edição para a Biblioteca do Campus VI - Nascido para matar, De olhos bem fechados, Laranja mecânica, Lolita, O iluminado, Fale com ela, Matador, Má educação, Escravos do Rancor, O sétimo selo, Giordano Bruno, Machuca, Apocalypse Now, Concorrência desleal, A noite de São Lourenço e As bruxas de Salém.

 

 

Contato

CINEdebate & História Universidade do Estado da Bahia
UNEB/Campus VI - DCH
Av. Contorno, S/N, São José
CEP:46.400-000 Caetité-BA
(77) 3454-2021 / Ramal: 209
E-mail: preencha o campo abaixo